Word Press do seguro viagem

Comunicado do Itamaraty sobre Seguro Viagem para os Estados Unidos

Itamaraty recomenda compra de seguro viagem para EUA

ImageDA AGÊNCIA BRASIL

O Ministério das Relações Exteriores, o Itamaraty, não registrou nenhum acidente com vítima relacionado a brasileiros afetados pelo frio intenso que atinge os Estados Unidos nos últimos dias. Hoje (7), 1.954 voos foram cancelados e 712 estão atrasados nos Estados Unidos, estatística que inclui tanto as aeronaves que chegam e partem do país quanto as que viajam dentro do território norte-americano.

Ainda assim, o Itamaraty orienta que brasileiros com viagem aos Estados Unidos marcada para os próximos dias não saiam do Brasil sem contratar um seguro de viagem – orientação que é dada aos passageiros para qualquer viagem e em qualquer período, mas que está sendo reforçada agora.
A chegada de uma onda de frio ártico nos Estados Unidos está causando neve intensa no Norte e em áreas centrais do país. De acordo com o último comunicado do Serviço Nacional de Meteorologia norte-americano, até amanhã (8) as temperaturas ficarão abaixo da média para o período e poderão atingir -51 graus Celsius (°C).

A frente fria polar deverá provocar as temperaturas mais baixas dos últimos 20 anos. Estima-se que mais de 140 milhões de pessoas sejam afetadas pelo frio.
De acordo com a página na internet de rastreamento de voos em tempo real Flightaware, as cidades mas afetadas pelo clima são Buffallo, no estado de Nova York, com 54% dos voos cancelados; Cleveland e Toledo, em Ohio, com 50%; Kalamazoo, no Michigan, com 50%; Indianápolis, em Indiana, com 34%; e Chicago, em Illinois, com cerca de 30%. Todas essas cidades ficam na região dos Grandes Lagos, na parte Sudeste do país.

seguro de viagem, com garantia de atendimento médico hospitalar em caso de acidente ou doenças causadas pelo frio intenso, deverá servir como amparo suficiente para estrangeiros no país. Os consulados do Brasil no exterior não cobrem eventuais custos com a saúde de cidadãos brasileiros.

Seguros de viagem devem ser comprados antes da saída do passageiro do país e são geralmente oferecidos por seguradoras, bancos, bandeiras de cartão de crédito, operadoras de viagem, entre outros. O Procon-SP orienta que o viajante observe a cobertura estipulada no contrato – especialmente a abrangência em relação a doenças, medicamentos e morte. Além disso, deve-se estar atento ao período da cobertura, ao valor de indenizações, à cobertura de terceiros, se houver, e à identificação das partes envolvidas.

Em caso de emergência ou qualquer necessidade de apoio no exterior, o Itamaraty orienta que brasileiros entrem em contato com os consulados do Brasil mais próximo, cuja lista pode ser consultada na internet.

Seguro viagem Ideal esta com atendimento especial, para orientação de quem precisa viajar para os destinos afetados.

The Chili Beach Hotels & Resort

Para quem está pensando em curtir o verão pelas praias do Nordeste, Jericoacoara é um destino de destaque. Pequena vila de pescadores com uma das praias mais bonitas do Brasil, cercada de lagoas de água doce, mar calmo e dunas de areia. A paisagem nos brinda com um pôr do sol de ficar na memória. O vento constante de Jeri  faz dela um dos melhores lugares para a prática de windsurf, kitesurf, surf e vela. A cidadezinha não tem luz elétrica nas ruas, o que dá ainda mais charme ao lugar com a lua e as estrelas iluminando as suas ruas de areia. Um lugar de paz e tranquilidade.

ChiliBeach3

A melhor opção para curtir esse paraíso com luxo e conforto é o The Chili Beach, primeiro hotel boutique de Jericoacoara. Localizado de frente a praia da Malhada, possui uma estrutura aconchegante, que mescla decoração contemporânea com a comodidade de equipamentos high tech. A experiência de estadia pode ser vivida em apartamentos ou bangalôs de até dois quartos.  Uma experiência única a 4 h de Fortaleza.

ChiliBeach4

O hotel está na lista do Top 25 da TripAdvisor pelo quarto ano consecutivo nas categorias de MELHORES HOTÉIS DE PEQUENO PORTE e MELHORES HOTÉIS EM ATENDIMENTO.

Vale a pena conferir!

ChiliBeach2

http://www.chilibeach.com

 

Compre Assistência de viagem para o Brasil e outros destinos em http://www.seguroviagemideal.com.br com 10% de desconto.

COISAS ESSENCIAIS PARA LEVAR NA BAGAGEM

Há certos objetos que não podem faltar na mala, algumas pessoas tem um gosto mais exótico e levam também algum artigo não tão comum. Sabia que tem a ver com a personalidade?

Além do passaporte, toda documentação necessária, roupas e calçados há sempre espaço na mala para objetos que tem a nossa cara. Descubra que grupo você faz parte e confira o que cada tipo de viajante leva sempre na mala.

FOTÓGRAFO
É fácil supor o que é mais importante para um fotógrafo não? A câmera. Mas não é só isso, quem se diverte ou quem é profissional sempre leva, digamos, um pequeno aparato de lentes, filtros, baterias extras, carregadores, cabos e material de limpeza da câmera.

Bolsas especias também ajudam na hora de empacotar tudo isso. A preocupação com o tempo é sempre presente até porque dependendo se é dia de sol ou chuva é possível fazer belas fotos.

ARTISTA
Um músico, mesmo se está indo de férias, sem compromisso com shows, não deixa de levar um violão. Faz parte também do momento de relaxamento. Mas levar um instrumento também é sinônimo de pagar um pouquinho mais na hora do check-in.

Há quem diga que comprar uma guitarra ou violão de segunda mão não é má ideia, no local onde está passando férias.

JORNALISTA
Para os apaixonados pela escrita, um notebook é essencial. Uma viagem pode significar também um novo artigo, uma série de documentações fotográficas, cheias de detalhes do lugar, da gastronomia.

Um bloquinho de papel e uma caneta ainda é útil para os jornalistas, mas ao retornar ao hotel, o melhor é ter um teclado e a tela em branco do word para começar a detalhar tudo que foi vivenciado na viagem. Não esquecer de ter um adaptador de plugue, cada país tem entradas de tomadas diferentes, então esteja preparado, leve seu adaptador mundial.

VAIDOSAS
Há quem reserve sempre um bom espaço na mala para artigos de beleza. Afinal, você está indo passar um tempo longe de casa, mas quer continuar bonita e com seus cabelos saudáveis, não é?

O produto que sempre deve estar na mala é o protetor solar, isso independe até da estação de ano. Sabemos que até em dias nublados temos que usá-lo.

Uma das grandes preocupações das mulheres é com o cabelo, se for para férias à beira-mar leve um condicionador com proteção UV para cabelos, assim você evita ressecá-los.

Um bom hidratante corporal também não pode faltar na bolsa. E claro, maquiagem. É essencial ter até alguns artigos na mala de mão, sempre um retoque é necessário. Se você é do tipo “face natural”, um batom nude também protege os lábios de ressecamento, tanto no inverno quanto no verão.

OS EXPLORADORES
Se você é aquela pessoa que pesquisa toda a história do lugar até mesmo antes de ir, você pode se considerar um explorador natural. Você começa a saber de tanta coisa sobre o lugar que passa a ser até o guia para quem está com você na viagem.

Mapas e guias não podem faltar, há muito guias com fotos, indicações e planos de passeios que ajudam muito na hora de visitar os melhores lugares daquela nova cidade. Mas todo bom explorador também deixa-se perder um poucos entre ruas desconhecidas e acaba encontrando um restaurante ou uma lojinha espetacular, siga os guias, mas também use sua criatividade de explorador!

COLECIONADORES
Você coleciona algo de suas viagens? É quase um perigo encontrar espaço na mala? A melhor palavra para os colecionadores é souvenir. Qualquer cidadezinha por mais pequena que seja tem inúmeras lembrancinhas.

Miniatura da Torre Eiffel, olho de sorte da Turquia, bonequinhas russas, as pirâmides do Egito…há muitos souvenis. Mas não deixe de levar algo com gosto do lugar que você visitou, vinhos, bebidas locais, doces ou artesanato local são sempre um bom presente para levar para casa.

O GOURMET
Há quem não perca a oportunidade de comprar compotas, geleias, molhos, condimentos e temperos exóticos. Para quem se enquadra neste grupo, restaurantes e bares são sempre os melhores endereços para descobrir as delícias locais. Depois de saborear é sempre possível comprar em lojas locais alguns ingredientes da cozinha em questão.

As bebidas também são um atrativo para o gourmet. Vinho, cerveja e licores são os mais apreciados. Aliás muitos roteiros são construídos a partir dessa especialidade, como é o caso de uma visita à França para provar os excelentes vinhos ou uma ida até a Alemanha ou República Tcheca para provar as deliciosas cervejas.

CHOCÓLATRAS
Quem é chocólatra não deixa de o ser quando viaja. Pelo contrário, busca provar os chocolates locais e leva algumas mostras na mala. Há países que já são um convite irresistível para quem ama chocolates, é o caso da Bélgica ou Suíça.
Mas até outros não tão famosos podem guardar surpresas.

No www.seguroviagemideal.com.br você garante a tranquilidade de ter sua bagagem protegida.

Dicas de Marrakesh

Não é novidade que os hotéis da rede Four Seasons são todos maravilhosos, onde você pode ficar de olho fechado, despreocupada, com a certeza que será bem atendida, terá um quarto ótimo e serviço impecável.

A novidade são as dicas que a rede oferece sobre os mais variados destinos, aonde ele tem hotéis!

Confira então as dicas que o Four Seasons publicou sobre cidade mais preciosa do Marrocos!

Restaurantes:

Marrakesh é o cenário perfeito para uma noite de sabores e sons exóticos. A seguir, nossos restaurantes favoritos para saborear pratos tradicionais da cozinha bérbere, como o tagine, a pastilla e o célebre couscous, além de delícias à base de peixes das costas do Mediterrêneo e do Atlântico. De quebra, alguns endereços para se misturar com os estrangeiros e celebridades de passagem pelo Marrocos ao som de grooves contemporâneos com tempero local.

Le Tobsil

Escondido em um labirinto de ruas escuras na Medina (por sorte, um funcionário conduz os clientes), é um dos lugares da cidade que mais fortemente evocam a Marrakesh do passado. O restaurante é chefiado por duas mulheres: a francesa Christine Rio e a marroquina Fatima Mountassarim. As saladas e os condimentos são incríveis, assim como o couscous.

Al Fassia Guéliz
Para muita gente, é o melhor restaurante de comida marroquina tradicional da cidade. Favorito de turistas franceses e ingleses, tem um pátio interno ensolarado muito charmoso para o almoço. Os pães são viciantes. Não deixe de provar a pastilla, uma torta de pombo herdada dos bérberes.

Solano-Brasserie du Sud
Cozinha italiana contemporânea em ambiente elegante e moderno, com luz suave à noite. Prove a vitela thonné e o nhoquete com ragu de mariscos. Ou tome um drinque no lounge do terraço, com vista para as Montanhas Atlas.

Dar Essalam
Situado dentro da Medina, sua decoração requintada evoca um palácio do século 17. O menu de comida marroquina tradicional, um dos mais completos da cidade, inclui uma refeição de sete pratos e seis tipos de tagine (recomendamos especialmente o de vitela e azeitonas). Tem música ao vivo e dançarinas. Detalhe: em O homem que sabia demais (1956), de Alfred Hitchcock, James Stewart e Doris Day comem lá.

Azar
Oferece um mix de preparações marroquinas e libanesas em um ambiente contemporâneo. Um dos destaques são os mezzes árabes – hommus, baba ghanoug, falafel –, servidos com pão saindo do forno. Outro é o Ginger Joy, um drinque feito com vodca, poire, gengibre, suco de limão e açúcar de cana.

Djellabar
Um dos mentores do Bhudda Bar parisiense, o DJ francês Claude Challe transformou um pavilhão marroquino, construído originalmente para servir de cenário a casamentos locais, nesse restaurante, clube e lounge de atmosfera única. A cozinha marroquina revisitada, o decor pop-oriental, com arcos e mosaicos árabes, móveis de design ocidental e iluminação cítrica, e a música espetacular – de pop indiano a eletrônica – atraem estrangeiros vivendo em Marrakesh e celebridades de passagem. Para dançar até cair, jantar com ótima trilha ou passar à tarde para tomar um Aperol zen, o drinque do momento, no terraço.

Le Comptoir Darna
O dono, o francês Marcel Chiche, homenageia nesse restaurante-lounge a atmosfera mágica de Marrakesh, pela qual se apaixonou há 20 anos. Serve pratos marroquinos recriados em um salão que rescende a rosas e jasmins, sempre animado por músicos tradicionais e bailarinas de dança do ventre. Mencionado pela atriz Liz Hurley como um de seus lugares prediletos na cidade, tem um bar externo e uma loja que vende perfumes, tecidos e artesanato marroquino.

Compras:

Com uma rica cultura, mercados de rua vibrantes e lindos jardins, Marrakesh não decepciona os visitantes que chegam dispostos a experimentar seu estilo inconfundível. Veja a seguir dicas de cinco lugares para garimpar produtos autenticamente marroquinos.

Al Kawtar
Entidade comercial sem fins lucrativos, criada para ajudar mulheres marroquinas inválidas — muitas delas mães solteiras — e garantir-lhes uma chance de gerar recursos para sustentar a família. Em uma oficina de costura, situada em um beco da Medina, parte mais antiga da cidade, elas produzem à mão roupas de cama bordadas, roupinhass de bebê e malas de viagem. O produto está à venda em uma loja a um quarteirão do lugar.

57 Rue Laksour, Ksour

Galeria de Arte Khalid
Comprar nesse lugar é como participar de uma caça ao tesouro. Por uma vila de vários andares na Medina, espalham-se salas abarrotadas de arte e antiguidades: portas berberes esculpidas a mão, urnas gigantescas de cerâmica, joias antigas. Talvez as histórias maravilhosas que os vendedores contam sobre elas não sejam verdade, mas não dá para negar a qualidade excepcional da oferta. Detalhe: pechinchar não é só permitido, é esperado.

14 Rue dar el Bacha

Lalla
Na linha de bolsas que produz, a estilista e personal shopper francesa Laetitia Trouillet combina formas clássicas e tecidos marroquinos com um toque moderno e chique. Passe em sua butique, que fica no souk Cherifia, para se divertir com criações como bolsinhas confeccionadas com tecidos marroquinos vintage, bolsas tiracolo de macramê de couro, carteiras decoradas com temas berberes e sacolas de mão de couro e cordão.

Souk Cherifia – 1o andar, Sidi Abelazziz

Boutique Bel Hadj
Para quem gosta de bijuterias volumosas, a Boutique Bel Hadj, na Medina, é parada obrigatória. A loja oferece colares de contas e outras peças artesanais confeccionadas em um ateliê em frente. Não encontrou o que procurava? Converse com um dos artesãos, e ele cria sua peça sob medida.
Founouk Ourzazi Bab Ftouh Nos. 21,22,23

Place Vendôme
É o lugar para encontrar peças de couro de qualidade em Marrakesh. Movimentada, a loja fica em Guéliz e vende bolsas tipo Hermès (com couro laranja e tudo), carteiras feitas a mão, jaquetas bem cortadas e bolsas de todos os formatos e tamanhos, tudo a preços ótimos. Também aceita encomendas e entrega as peças prontas em dois dias.
141 Avenue Mohamed

Passeios:

Jardins de Menara

Uma das maiores belezas da Cidade Vermelha fica em frente ao Four Seasons Resort Marrakech: os Jardins de Menara, oásis com 88 hectares e mais de oito séculos de história. O parque foi criado por Abd al-Mu’min, do califado berbere muçulmano de Almohad, no século 12, para oferecer um respiro verde aos moradores da cidade. Com bosques de palmeiras, árvores frutíferas e oliveiras plantados ao redor de um enorme lago artificial, mantém a mesmíssima função. Depois de uma reforma no século 19, os jardins ganharam um pavilhão de azulejos verdes, para uso dos sultões. De lá, dá para ver a cidade inteira e, num dia claro, até as montanhas Atlas.

Jemaa el Fna

Coração da Medina, a parte antiga de Marrakesh, a Praça Jemaa el Fna é a mais animada da África: vive lotada de encantadores de serpentes, acrobatas, dançarinos, contadores de história, barracas de comida, músicos e mágicos. Quando você se cansar de andar para lá e para cá, é só escolher um dos cafés com mesas na calçada – há vários em volta da praça – para continuar observando a festa com conforto.

Palácio de sultão

O Palais Bahia fica na Medina e é um exemplo do melhor da arquitetura marroquina. Foi construído para ser o palácio mais grandioso do mundo, conforme a intenção imodesta de um grão vizir do sultão, no fim do século 19. Mistura dos estilos andaluz e mourisco, é repleto de toques decorativos tipicamente islâmicos, como tetos e portas entalhados e pintados à mão e belos mosaicos de azulejos coloridos nas paredes. Um colírio para os olhos.

Perambulando no souk

Os becos que saem da praça Jemaa el Fna levam aos souks de Marrakesh, mercados de rua com alamedas labirínticas onde você encontra de tudo: butiques que oferecem versões modernizadas de peças tradicionais, vendedores de tapetes antigos, alfaiates que fazem caftãs maravilhosos, lojas de móveis e objetos, como mesas feitas de portas antigas de madeira, herbalistas que preparam cremes para a pele. Some à cena animada barracas de especiarias e gente vendendo todo tipo de suvenir para turistas. Se você se perder, não se preocupe; é parte da graça. Mas fique atento para não ser atropelado por alguma motocicleta em disparada.

Mesquita de Koutoubia

A Mesquita de Koutoubia se destaca na paisagem de Marrakesh. Quando foi construída, no século 12, para comemorar a vitória do sultão Almohad sobre os almorávidas, era um dos templos muçulmanos mais altos do mundo. Desde então, perdeu a primazia, mas seu minarete de 68 metros continua dominando a cena na Medina, onde nenhuma outra construção pode, por lei, superar a altura de uma palmeira. Só muçulmanos entram na mesquita; os visitantes são recebidos em um lindo jardim de rosas.

O altar da moda

O pintor francês Jacques Marjorelle e o estilista Yves Saint Laurent estão entre os mais célebres expatriados que viveram em Marrakesh. Quem visita a cidade pode ver seu legado no Jardin Marjorelle, jardim botânico criado por Marjorelle na década de 1930 e, mais tarde, comprado e restaurado por Saint Laurent e seu parceiro Pierre Bergé, dono do lugar até hoje. Além de cinco hectares de lagos, pavilhões e plantas do mundo todo – de cactos norte-americanos a bambus asiáticos e palmeiras da Índia, há um minimuseu, que abriga a coleção pessoal de arte islâmica de Saint Laurent, e um café charmoso, perfeito para uma pausa rápida.

O Hotel:

Para quem quer conhecer Marrakesh e está em busca um ponto de partida privilegiado, o Four Seasons Resort Marrakech é o endereço ideal. De lá, chega-se rapidamente à Medina e suas balaustradas douradas, ao lindo Palais Bahia e à animada praça Jamaa el Fna. Dá para você passar a tarde passeando pelos cartões-postais da cidade e voltar ao Hotel para ver o pôr do sol no bar na cobertura, com uma taça de vinho marroquino na mão.

Aproveite com http://www.seguroviagemideal.com.br

Dicas antes de adquir o seguro

1 – Leia muito bem os itens incluídos na apólice, pois eles podem variar muito. Os seguros mais básicos apenas oferecem um valor em dinheiro por morte ou invalidez acidental e ressarcimento limitado por gastos médicos. Outros serviços, como cobertura para perda e extravio de bagagem, custeio de traslados em caso de acidente ou morte, e assistência no exterior, podem estar incluídos ou não.

2 – Cuidado com seguros contratados no exterior. Eles podem ser comprados pela internet e, em muitos casos, podem ser mais em conta que os nacionais. No entanto, ainda que vários deles sejam bons e cumpram o que a apólice promete, caso isso não aconteça, não haverá a quem recorrer no Brasil, já que eles não se submetem à nossa legislação. Além disso, o valor pago pelo seguro dentro do Brasil, por lei, é isento de impostos. Se o dinheiro vier do exterior, pode ser tributado.

3 – Esqueceu de fazer o seguro antes de partir? Ainda é possível entrar em contato com o seu corretor, mesmo quando já estiver viajando. Mas lembre-se de avisar que já está se deslocando, pois isso precisa ser discriminado. Do contrário, caso seja necessário acionar o seguro, pode parecer que ele foi feito depois que algum problema foi constatado

Como escolher a assistência de viagem ideal para minha viagem?

Imagem

Existem muitas opções de coberturas e planos em diversas cias de assistência de viagens.

Para saber qual o melhor para o seu perfil de viajante, sua família ou seu grupo, é importante ter e mente:

– O destino da viagem tem alguma norma sobre assistência/seguro de viagem?
– Tenho alguma pré-ocorrência de saúde?
– O voo que irei utilizar tem recorrência de atrasos ou casos de extravio de bagagem?

Estas são algumas da várias perguntas a se fazer antes de viajar para garantir uma viagem tranquila, onde os imprevistos devem estar cobertos.

Lembre-se: Escolha uma cia que tenha todas as garantias para cobrir suas necessidades (atendimento no seu idioma, coberturas que atendem sua idade, etc)

 

Compare online as melhores opções, e os melhores preços em www.seguroviagemideal.com.br

Four Seasons St Petersburgo – Russia

Para quem busca luxo e sofisticação em St Petersburgo, o novíssimo Four Seasons já está aceitando reservas a partir de Julho de 2013.
Instalado em um belíssimo palácio do século XIX, próximo as grandes atrações da cidade, como Hermitage Museum e o Mariinsky Theatre, entre outras, sem dúvida proporcionará aos seus hospedes uma estadia em grande estilo.
Dependendo da faixa etária do viajante o ideal é optar por um seguro viagem com uma valor de cobertura maior, a sugestão é uma cobertura a partir de 100 mil dólares, para garantir a tranquilidade e sossego durante a viagem.

rusia_seguro_viagem rusia_seguro_viagem